Serno Construções e Incorporações

Início » Portfolio » Serno Construções e Incorporações
Serno Construções e Incorporações 2017-12-21T23:36:52+00:00

Project Description

Uma empresa genuinamente canoense, a Serno Construções e Incorporações iniciou as atividades em 1985 e construiu ao longo dos anos uma sólida carreira no ramo da construção civil. A empresa que já foi eleita duas vezes a Incorporadora do Ano, pelo Prêmio Associ, 2011 e 2013, promovido pela Associação dos Corretores de Imóveis e Imobiliárias de Canoas, é fruto de muito trabalho, insistência e empreendedorismo do proprietário Paulo Cesar Soares, 55 anos.

Empreendimentos Serno

A empresa já está no mercado há 19 anos e conta hoje com aproximadamente 390 funcionários. Possui uma frota de caminhões e está sempre atenta às novidades do mercado e novos investimentos. Entre os empreendimentos da Serno este ano estão Igara Park II e III, que já está 100% vendido. O Atlanta Residence que está em fase de conclusão e o Duque Residence que será concluído no ano que vem. Entre os lançamentos se destacam o Estância Park I que está localizado na Boqueirão, quase em frente ao Guajuviras. O Vida Bella que está planejado para o ano que vem e o Canoas HB, que será um empreendimento completo com comercial, residencial e lazer.

Para Soares, as ideias criativas partem do esforço de um coletivo de pessoas que pensam juntas. “A gente visualiza uma área, planeja e toca ficha. Daí vem a engenharia e nosso comercial atua”. Ele diz, ainda, que o sucesso da empresa vem da soma do trabalho de uma equipe qualificada e atenciosa com os clientes somada ao fato dele sempre ter acreditado em suas ideias e nunca ter desistido de seguir.

 

Quando surgiu

Ao perceber que a construção civil era um mercado em potencial, Soares resolveu investir no ramo. Fechou a lancheria e em 2005 teve a difícil decisão de abrir mão da revenda também. Passou a dedicar seu tempo e energia apenas na Construtora e Incorporadora. A empresa iniciou os trabalhos fazendo obras no litoral gaúcho e também, com a empreiteira Bolognesi. Em 2005 encerrou as parcerias com outras empresas e passou a fazer os produtos próprios. Comprava a área de terras, construía e vendia.

Segundo Soares, foi um início bem difícil. O primeiro condomínio construído pela empresa foram 23 unidades, na Rua Coronel Vicente. Lembra que na época, apresentou o empreendimento para uma pessoa conhecida do ramo financeiro na cidade, e ela o desanimou dizendo que ele não conseguiria vender. Depois da conversa, ele imprimiu e distribuiu 200 mil panfletos divulgando o condomínio e em 20 dias vendeu todos. “A mesma pessoa que duvidou, me elogiou depois e até hoje lembra dessa história”, relembra Soares. O empresário diz que é teimoso, arrojado e tem convicção. “Quando vejo que uma ideia pode dar certo, eu sempre analiso e sigo em frente, até agora não errei, e as coisas deram certo”, comenta.

 

Fonte: O Timoneiro e Serno